Casamento Maria Escolástica de Freitas e Caetano Antunes Nogueira.

18 de setembro de 1918

1700h

Villa de Rio Espera

Transcrição do documento acima:

Aos dezesseis dias do mez de Setembro do anno de mil noventos e dezoito, pelas cinco horas da tarde, nesta Matriz da Villa Rio Espera, depois das denunciações Canonônicas e mais formalidades prescríptas, não apparecendo impedimento nenhum, por palavras de presente na forma do ritual, em minha presença e na das testemunhas: Jacob Antunes Nogueira e José Ribeiro de Freitas, receberam-se em matrimônio : Caetano Antunes Nogueira e MAria Escolástica de Freitas, ambos solteiros, nascidos, baptizados e residentes nesta Freguezia, elle com vinte annos de idade, filho legítimo de José Dias Nogueira e Maria Augusta de Miranda, e ella, com dezenove annos de idade, filha legítima de Antonio de Freitas e Anna Ribeiro de Freitas. Recebream a bençam nupicial na missa do dia seguinte. E para constar lavrei este assentamento que assigno. O vigário – Pe Agostinho Rezende d’Assumpção

Caetano Antunes Nogueira e Maria Escolástica de Freitas

Familia de Caetano e Maria - circa 1940

Filhos:

Maria

Padre José Nogueira

Luiza

Conceição

João Batista

Tarcísio

Pedro

Luis

Berenice

Terezinha

Ana (Anita)

Geraldo

Inez

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *